AS ALTERNATIVAS DE APROVEITAMENTO DO PÓ DO ALTO-FORNO…

Redução de minério de ferro em altos-fornos. ... pelotas, sínter e minério de ferro. ... Controle ambiental das indústrias de ferro-gusa em altos-fornos a carvão vegetal. Belo Horizonte ...

Consulte Mais informação

Redução de Minério de Ferro Redução Direta e …

Hoje Minimizar geração e emissão de CO2 e outros gases de efeito estufa Processos de Redução Direta a redução do minério de ferro a ferro metálico é efetuada sem que …

Consulte Mais informação

1 Introdução

Se a tecnologia de redução de minério de ferro gera um produto em estado sólido, esse produto é chamado de ferro esponja ou DRI. Na produção de DRI, o oxigênio no óxido de ferro é quimicamente removido por reações com monóxido de carbono (CO) e/ou hidrogênio (H2) em temperaturas de aproximadamente 900oC na maioria das …

Consulte Mais informação

3 Pelotas de Minério de Ferro

• Pelotas de redução direta, utilizadas na produção do ferro esponja. As pelotas de minério de ferro que alimentam os reatores de redução direta têm composição diferente das que alimentam os altos-fornos, principalmente o teor de sílica (SiO 2). As pelotas de alto-forno apresentam propriedades básicas isto é, maior basicidade ...

Consulte Mais informação

Slide 1

A pelota consolidada é descarregada para a fase de endurecimento no forno de pelotização A preparação do minério de ferro A redução do minério de ferro Os minérios de ferro precisam ser quimicamente reduzidos para que se obtenha o ferro metálico, segundo a equação Fe2O3 + 3C 2Fe +3CO Há atualmente duas técnicas para que este ...

Consulte Mais informação

redução de minério de ferro redução direta e processos

Processos de Redução Direta. • a redução do minério de ferro a ferro metálico é efetuada sem que ocorra a fusão da carga do reator. • o produto metálico é obtido na fase sólida. • é chamado de ferro-esponja (DRI, em inglês, iniciais de Direct Reduced Iron) • pode ser briquetado a quente, obtendo-se o briquete (HBI)

Consulte Mais informação

Auto-redução do ferro-esponja : uma nova técnica …

Resumo O ferro-esponja ou DRI (Direct Reduced Iron) é obtido pelo processo de redução direta onde o minério de ferro é transformado em ferro metálico através de reações …

Consulte Mais informação

Tese

negociado junto às principais empresas que adquirem pelotas de alto-forno. É importante também levar em consideração que cada tonelada de ferro-esponja gerada ao longo de 2006 demandou a utilização em média de 1144,4 kg de pelotas contra 481,1 kg de minério granulado natural (1,2). Ou seja, a composi-

Consulte Mais informação

MINISTÉRIO DA EDUCAÇÃO UNIVERSIDADE …

Programa de Pós-Graduação em Engenharia de Minas, Metalúrgica e de Materiais PPGEM Auto-redução do ferro-esponja Uma nova técnica para o aumento de sua qualidade …

Consulte Mais informação

Redução

3.2.2 Redução. Como já mencionado anteriormente, a redução do minério de ferro ocorre no interior do alto forno. O alto forno constitui ainda o principal aparelho utilizado na metalurgia do ferro (ou siderurgia). A metalurgia do ferro consiste, essencialmente, na redução dos óxidos dos minérios de ferro, mediante o emprego de um ...

Consulte Mais informação

Como se faz Aço, Processo Siderurgico, Classificação das Usinas de …

As usinas de aço do mundo inteiro classificam-se segundo o seu processo produtivo: Integradas –que operam as três fases básicas: redução, refino e laminação; participam de todo o processo produtivo e produzem aço. Semi-integradas – que operam duas fases: refino e laminação. Estas usinas partem de ferro gusa, ferro esponja ou ...

Consulte Mais informação

ESTUDO DA CINÉTICA DE REDUÇÃO DE PELOTAS DE …

Resumo cinética de redução da carga ferrífera em altos fornos constituí um importante ponto a ser continuamente otimizado. O presente trabalho tem por objetivo buscar …

Consulte Mais informação

04

04 - Redução Direta. O processo de redução direta é uma alternativa ao uso do alto forno para a fabricação de um produto intermediário com as mesmas funções básicas do ferro gusa produzido pelo alto forno, pois este outro produto intermediário, denominado ferro esponja, também se destina ao uso na aciaria para a produção de aço.

Consulte Mais informação

Metalurgia do Ferro

Processos de Redução Direta a redução do minério de ferro a ferro metálico é efetuada sem que ocorra a fusão da carga do reator. o produto metálico é obtido na fase sólida é chamado de ferro-esponja (DRI, em inglês, iniciais de Direct Reduced Iron) pode ser briquetado a quente, obtendo-se o briquete (HBI) o ferro-esponja é usado em fornos …

Consulte Mais informação

3 Considerações

Interesse na utilização de ferro esponja na fabricação de aço via FEA. O DRI é um produto poroso com alto grau de metalização contendo poucos elementos contaminantes. Em países onde a sucata tem elevados preços e o custo do gás natural é baixo, o DRI é tipicamente utilizado como uma fonte alternativa de ferro primário nas mini-mills.

Consulte Mais informação

ASPECTOS CONCEITUAIS RELATIVOS À PELOTIZAÇÃO …

19 - Alguns aspectos relacionados ao uso das pelotas de minério de ferro nas cargas dos reatores de redução ... 22 - Anexo II – Vantagens no uso de pelotas em altos-fornos a coque 227 . X . 11 CAPÍTULO 1 INTRODUÇÃO A história da pelotização de minérios de ferro teve início em 1911, na Suécia, com A.G.

Consulte Mais informação

processos de redução direta de minério de ferro

Processos de Redução Direta. • a redução do minério de ferro a ferro metálico é efetuada sem que ocorra a fusão da carga do reator. • o produto metálico é obtido na fase sólida. • é chamado de ferro-esponja (DRI, em inglês, iniciais de Direct Reduced Iron) • pode ser briquetado a quente, obtendo-se o briquete (HBI) • o ...

Consulte Mais informação

Avaliação das Rotas Alternativas de Produção de Ferro …

A redução do minério de ferro é feita em fornos de alta temperatura, com o intuito de favorecer a cinética da redução bem como as reações de escorificação da ganga. Para que essas reações ocorram, é necessária a participação do coque ou do carvão vegetal como fonte térmica e de agente redutor.

Consulte Mais informação

REDE TEMÁTICA EM ENGENHARIA DE MATERIAIS

Desenvolvimento de metodologia para avaliação da tendência à reoxidação de pelotas de minério de ferro reduzidas em processo de redução direta a gás [manuscrito] / Renata Gonçalves Penna. – 2010. ix, 85f.: il. color., grafs., tabs. Orientador: Prof. Dr. …

Consulte Mais informação

Introducao A Siderurgia | PDF | Gusa | Ferro

MIDREX® e HyL são processos de redução em forno de cuba utilizando gás redutor rico em CO para a produção de ferro esponja a partir de pelotas e minérios granulado. granulado Alto Forno O alto forno é um forno de cuba que operado em regime de contra corrente. No topo do forno o coque, calcário, e o material portador de ferro (sinter ...

Consulte Mais informação

O que é Ferro Esponja?

Um tem a ver com a própria composição do produto final. Por exemplo, esse tipo de ferro é considerado mais rico do que o ferro-gusa, outro tipo de ferro comumente produzido em altos-fornos. O ferro com redução direta tem um teor de ferro ligeiramente mais alto, o que geralmente o torna mais adequado para uso em fornos elétricos.

Consulte Mais informação

Formação de pelotas cruas

3.1.1 Formação de pelotas cruas. A 1ª etapa caracteriza-se pela formação das pelotas cruas (ou verdes) em discos ou tambores, envolve uma fase sólida (mistura de finos de minérios, aditivos e aglomerantes) e uma fase líquida, a água (COSTA, 2008; FONSECA, 2004). Os discos ou tambores (figura 2) são responsáveis pela formação.

Consulte Mais informação

PLANO DE REDUÇÃO DE EMISSÕES DE FONTES …

1300°C é soprado pela parte de baixo do alto-forno. O coque, em contato com o oxigênio, produz calor que funde a carga metálica e dá início ao processo de redução do minério de ferro, transformando-o em um metal líquido, o ferro-gusa. O gusa é uma liga de ferro e carbono com um teor de carbono elevado.

Consulte Mais informação

SciELO

O Processo de Redução Direta a Partir de Pelota Crua (RDPC) já descrito em outros trabalhos, está incluído no rol daqueles processos em que os problemas ambientais que …

Consulte Mais informação

3 Revisão Bibliográfica

de redução da permeabilidade dos fornos, causando distúrbios na sua operação. Junto com o sínter e o minério granulado, as pelotas são as principais cargas de alimentação dos fornos de redução para a obtenção do ferro primário (Figura 3-2). Em 1946 na Suécia foi fundado o Jernkontoret (Instituto de Ferro e Aço da Suécia) em ...

Consulte Mais informação

SIMULAÇÃO DA DEGRADAÇÃO MECÂNICA DE PELOTAS DE MINÉRIO DE FERRO EM

Figura 3 – Variação da micro dureza superficial de pelotas e do grau de redução em função da posição de pelotas no interior de forno (dados de HUANG et al., 2012 e PARISI e LABORDE, 2004)

Consulte Mais informação

Siderurgia aposta em 'aço verde' por sustentabilidade

O produto será um intermediário sólido, chamado ferro-esponja, que depois é encaminhado a um EAF, onde passa por uma mistura com resíduos de ferro e é refinado em forma de aço.Trabalhando ...

Consulte Mais informação

3 Tecnologia de Auto-Redução

Figura 2 – Fluxograma clássico de processos baseados em fornos do tipo RHF (15) 3.2.1.1 RedSmelt (11) O processo Redsmelt, de propriedade da empresa alemã SMS Demag, é baseado no uso de um forno RHF que reduz pelotas de cura a frio, feitas a partir de finos de minério de ferro, finos de redutor (normalmente carvão) e um agente

Consulte Mais informação

Processos de Redução Direta de Minério de …

redução ocorre por sub-processos a) formação de gás redutor: Credutor + CO2(g) = 2 CO b) redução dos óxidos de ferro: FenOm + m CO = n Fe + m CO2 c) O ar admitido ao …

Consulte Mais informação